72% das Pessoas Investem em Experiências, Não em Compras. Você é uma delas ?

Millennials pensam e agem de forma diferente. Então, naturalmente, eles viajam de forma diferente também.

A pesquisa mostrou que 72% das pessoas preferem investir em experiências do que em compras materialistas. De acordo com o relatório de 2018 do TripAdvisor, algumas das tendências turísticas mais populares deste ano foram oportunidades experienciais únicas e não tradicionais, sejam aulas de culinária ou aventuras ao ar livre.

A recente onda de coleções independentes de hotéis oferecendo “experiências originais” é o reflexo do crescente número de gerações visualmente orientadas e obcecadas pelo Instagram que desejam experiências inéditas. Dos principais hotéis do mundo, que já existe há quase uma década, para coleções de hotéis independentes mais recentes, como Small Luxury Hotels e Design Hotels, eles colocam uma forte ênfase nas experiências como um processo integral do serviço de hotelaria. Mesmo para a AirBnb, fornecer informações sobre atividades locais ao organizar uma casa de férias tornou-se uma parte essencial do planejamento de uma experiência de viagem autêntica.

O recém-inaugurado Utopian Hotel Collection juntou-se a esta tendência de viagens e pretende simplificar o processo de planeamento de férias e maximizar as experiências de viagens de luxo.


The Chedi Andermatt  na Switzerland, um dos hoteis da lista Utopian Hotel Collection.THE CHEDI ANDERMATT

A premissa desta nova empresa de férias é que o luxo é mais do que um banheiro dourado em seu quarto de hotel. Os fundadores Paul Cordier e Ronald Homsy escolheram uma coleção de hotéis boutique independentes, não apenas com base nos interiores de luxo e no número de estrelas, mas também tendo em mente que o verdadeiro luxo vem da autenticidade.

A lista do The Utopian Hotel Collection é compacta, mas jovem, composta por hotéis boutique intimistas. Pode-se escolher um destino de viagem com base nos hotéis. Ficar no Furnirussi Tenuta de Salento e na colheita de figos na maior plantação de figo orgânico da Europa seria uma felicidade pastoral; Vistabella na Costa Brava, não muito longe da casa de Salvador Dali, empoleirado em um penhasco seria um lugar ideal para mergulhar no espírito catalão, cercado por beleza natural e rica cultura gastronômica; O Le Grand Bellevue, com um dos maiores spas suíços, o heli yoga, um restaurante com estrela Michelin e serviço de aluguel de esquis no local, seria uma das férias mais relaxantes.

Materia original em inglês aqui

Anúncios

6 Dicas para Viajar Barato pela Europa – Europa Low Cost

Então, caros viajantes!

Mesmo que a grana esteja curta, da mesma forma como reservamos aquele espacinho no estômago para a sobremesa depois do almoço e fazemos caber aquele pedaço de torta de chocolate.🤪

Viajante que é viajante sempre arruma um jeitinho de fazer um passeio, uma escapada ou pelo menos um bate-volta inofensivo (rs).

E se você tem a Ryanair, EasyJet ou outra Companhia Aérea Low Cost que tenha vôos no aerporto da sua cidade é praticamente um vício não acessar as páginas das companhias na segunda-feira de manhã para ver o que tem de bom e barato.

comprar-passagem-barato
Passagem para Copenhagem por £9,90 !

 

E foi numa dessas que fizemos  a nossa primeira visita a Dinamarca por apenas £9,90 cada 1 (ida) e £ 9,90 (volta)… que em outro post mais pra frente eu conto aqui.

Mas qual seria a melhor forma de planejar um bate-volta assim? Qual o melhor momento para comprar a passagem? E depois? Como avaliar se o preço tá bom ou não?

É isso sobre isso que vamos falar agora nessas 6 Dicas para Viajar Barato pela Europa – Europa Low Cost:

 

1. Cadastre-se nos sites das Companhias Aéreas Low Cost

Por quê?

Porque assim, você será um dos primeiros a saber das promoções de última hora que elas fazem. E fazem mesmo!

Pesquise nas opções que tem no país que você mora, ou para o qual você quer ir viajando internamente (caso você venha do Brasil e queira voar internamente aqui).

As principais vocês já conhecem: Ryanar, EasyJet, Flybe, Jet2 e outras que você encontra nesse link aqui.

O pessoal do Melhores Destinos tem um guia muito legal também que você confere aqui, apesar de já fazer um tempinho.

 

Tenha sempre um dinheiro reservado para comprar passagens !

 

vida de pobre
Oi?  Não tem dinheiro reservado?

 

Veja nossas dicas de economia viajante no site, pois sem bons hábitos de economia e sem saber as manhas dos programas de fidelidade, lamentamos informar que você pode não ir muito longe, amigo.

Fizemos um post especialmente para você dando 11 Dicas de Como Economizar para Viajar.

Então, se seu sonho é realmente viajar o mundo barato, assim como nós, siga as dicas do site, trace sua meta e partiu viajar!

 

Viajante que se preza, economiza dinheiro para investir em viagem. 😉

 

2. Escolha seu destino!

Sim, isso pode ser a coisa mais fácil ou mais difícil a se fazer dependendo do seu bolso, gostos e disponibilidade de tempo.

Em geral se você mora em alguma das grandes capitais européias como Londres, Milão, Paris, Madrid, Berlin entre outras, em geral, você está entre 2hs a 2:30hs de vôo dos principais destinos europeus.

Lembre-se que a Europa Ocidental é muito menor que o Brasil !  

 

Você pode cruzar a Itália de Leste a Oeste de carro, em seu ponto mais estreito, em apenas 2:30h!

Roma_Pescara
Sim, nós já fizemos isso saindo de Roma e indo pra Pescara

 

Logo, se você vai fazer um bate-volta, a duração do vôo é um fator super importante que você deve levar em conta, juntamente com:

  • Preço da passagem
  • Acessibilidade ao aeroporto de chegada
  • Câmbio (nem todos os países europeus adotaram o Euro como moeda)
  • Hospedagem
  • Alimentação
  • Pontos de Interesse Turístico

 

Tudo vai influenciar no custo x benefício final e você precisa avaliar bem cada item para aproveitar ao máximo todos os recursos.

Em outro post nós entraremos em mais detalhes de como avaliar um destino tendo como base os fatores que falamos acima.

 

3. Compre a passagem!

MAS ANTES, confira sempre se você tem pontos que pode trocar por descontos, CashBack, milhas que pode usar ou converter em dinheiro para uma conta do Paypal,  link de indicação de amigos para descontos.

Em geral, os voos mais baratos saem na quinta-feira e retornam na segunda-feira ou terça-feira dependendo do destino e da companhia.

Se Você Mora no Brasil confira no post Viajar Barato Com Sites de Desconto (Parte 1) onde falamos mais disso!

 

Ah… mas você não costuma usar suas milhas? Milhas? Que milhas? Pontos? Que pontos?

 

Faça um favor a você mesmo, meu caro viajante e ao seu bolso e aprenda já como funciona, como usar e os macetes para tirar proveito dos programas de fidelidade 😊

 

comprar_passagem

Aquele frio na barriga que dá  quando damos o “OK” para confirmar a compra da passagem! (RichVintage/iStock)

 

 

Dica: LEIA atentamente as condições de franquia de bagagem que você pode levar!

São alguns minutos que você perde, mas que podem te poupar muitos euros e dor de cabeça na hora de entrar no avião.

Dá uma olhadas nas nossas dicas no post Os 5 Hábitos de Viajantes Millenials Experientes  e veja como viajar mais leve.

 

4) Escolha a Hospedagem

Independente de quantos dias você vai ficar, vou repetir aqui o que aprendi há 10 anos atrás com Dona Dalva, uma senhora viajante experiente que conheci na minha primeira viagem pelo Brasil em Aracajú.

 

“ Um local para eu ficar precisa ter apenas 3 coisas: ser bem localizado, ser limpo e ser seguro.”

 

 

Partindo desse princípio, e considerando que somos Viajantes Digit@is eu só acrescentaria: WI-FI

 

infografico

 

 

Dessa forma, escolha baseado nesses 4 fatores e você não tem como errar! Claro… se o local te oferecer benefícios adicionais a esses ótimo!

 

Pense que a menos que você esteja indo para um destino super-romântico nos Alpes Suiços, você na verdade vai ficar pouco tempo dentro do Hotel/AirBnb/Hostel.

 

bridget
E pensando bem, ainda que fique nos Alpes, se você gosta de esquiar, vai passar boa parte do seu dia na pista de esqui, né?

 

Nós escrevemos um post um pouco mais detalhado sobre Como Escolher Uma Acomodação aqui que vale conferir também.

 

4. Escolha Suas Atividades

Descubra quais são os principais pontos turísticos e passeios do local. O que nós chamamos de “Must See” (Deve ver) de cada local. Dependendo do local podem ser muitos ou não.

Então escolha de acordo com suas preferências e avalie se os passeios são pagos, tem descontos, tem horários com entradas reduzidas, se ficam perto de onde você está hospedado.

 

  • Pesquisou se tem algum show ou evento cultural ocorrendo na região ou proximidades que você goste muito e valha a pena ir?

 

  • Qual a avaliação feita por outros viajantes?

 

  • Tem algum desconto nos sites de compra em massa locais?

 

  • Você sabe que não é preciso morar no país de destino para poder comprar em sites de compras em massa como o Groupon e etc, né?

 

😊 Fica esperto, viajante!

 

Veja como está a previsão do tempo no local, pois ninguém merece marcar um passeio ao ar livre a pé no dia que uma chuva torrencial estava prevista.

 

miranda
 O serviço meteorológico avançou muito e especialmente pela Europa ele costuma ser bem preciso, principalmente entre 3 e 4 dias na maioria dos casos.

 

 

Dependendo do seu ritmo de viagem você pode escolher roteiros mais intensos ou mais tranquilos.  Em geral, nós fazemos 3 a 4 passeios no dia, escolhemos sempre um bom restaurante para comer a comida local.

 

A Giu não dispensa nunca uma feirinha ou as ruas mais badalas repletas de lojinhas e eu preciso sempre ir em algum museu ou local histórico. Logo, esses dois itens sempre estão na nossa lista 😎

 

 

5. Estude seu Deslocamento

Use e abuse do Google Maps para avaliar a distância entre os locais que escolheu para visitar e principalmente calcule a distância entre seu hotel e o aeroporto e quanto tempo leva de um a outro.

Considere o trânsito se houver ou obras e pequenos desvios. Sempre dê preferência ao transporte público que na maioria das capitais Européias costuma ser bem confiável e pontual.

Nós gostamos muito de andar a pé, pois assim conseguimos um relacionamento mais intimo com o local e no final da viagem acabamos até criando uma certa intimidade com cada esquina.

Em geral, começamos o dia caminhando (dependendo do primeiro local a visitar) e se ncessário usamos transporte público para os demais locais.

A opção de usar transporte público, além de colaborar com o meio-ambiente, é uma opção econômica e de dá uma experiência mais próxima do dia-a-dia dos locais.

 

vlib
Andar de bicicleta em Paris. Adoramos!

 

Parece muito planejamento para apenas um final de semana ou 3 ou 4 dias, não é?

Mas a viagem começa antes de você sair…

 

se você criar o hábito de planejar suas viagens, você vai viajar mais

barato, com mais conforto e otimizando seu tempo que é precioso.

 

No início você demora um pouco, mais com o tempo todas essas etapas já saem no automático. Verdade.

E aí?  Gostou desse post? Como você organiza seu bate-volta?

Conta pra gente aqui nos comentários!

Os 5 Hábitos de Viajantes “Millennials” Experientes

Nós aqui do Viajantes Digit@is vamos compartilhar com vocês alguns hábitos de Viajantes Millennials Experientes que ajudarão muito na sua próxima viagem de Turismo no Brasil ou no Exterior.

Mas, antes de mais nada:

 

Você sabe o que são Millenials ou Geração Y ?

 

Resumidamente é um conceito sociológico que se refere a todos os nascidos entre 1979 e 1995.

Quem veio depois disso já é considerado a Geração Z (os centennials). Nada a ver com o Z do filme “World War Z” dos zumbis… muito menos com a Geração Coca-Cola …. brincadeirinha… 😊

Assim, existem diferenças na visão de mundo e estilo de viagem entre cada geração.

Afinal de contas, nascer em 79 e nascer em 95 são “apenas” 16 anos de diferença….

Caso você queira saber mais detalhes sobre “O Que São os Millennials?” você pode clicar aqui ou aqui para saber sobre a “Geração Y” (caso dos Viajantes Digit@ais – rs).

 


Os 5 Hábitos de Viajantes “Millennials” Experientes

 

Nada pode ser mais estressante do que a véspera de uma viagem.

Será?

Já sonhou que estava indo para o aeroporto e havia esquecido o passaporte em casa?

Nós já!

Esqueci_o_passaporte
Acho que quase todo mundo que viaja ou já sonhou com isso ou que perdia o vôo (rs)

Vai… sempre dá aquele friozinho na barriga até a hora de entrar no avião e ver que tudo deu certo, mas se você começar a incorporar alguns hábitos dos viajantes experientes, sua véspera de viagem pode ser bem menos traumatizante… aqui vão!

 

1. Sempre fazer o Check-In Online

 

Se você pode ir diretamente para o portão de embarque, porque entrar numa fila apenas para fazer o check-in : Se você usar companhias low cost para viajar barato, como a Ryanair por exemplo, sua bagagem será mínima então não faz sentido encarar fila a toa.

Dica: Voando aqui na Europa, se você tiver passaporte europeu, baixe o app da Ryanair no celular e apenas mostre o ticket no celular. Caso você só tenha o passaporte brasileiro, vai precisar imprimir o ticket e entrar numa filinha pra checar seu passaporte.

 

2. Viajar o mais leve possível

 

Isso é realmente uma questão de hábito, e melhoria contínua (rs).

Quando nós estávamos iniciando no mundo das viagens, levávamos muita bagagem. Tipo, duas malas de viagem de mão e uma despachada para cada um. Fomos evoluindo, evoluindo e chegamos a apenas duas malinhas de mão.

 

viajar_apenas_com_uma_mochila
Hoje estamos no nível “Matrix Viajeiro” de apenas uma mochila cada um !

O gostoso de viajar com mochila é que você tem mais mobilidade e a sensação de liberdade e juventude estão sempre presentes !

Quem não gosta de se sentir livre e jovem, não é mesmo?

Aqui tem um vídeo muito legal de uma canal que seguimos no YouTube dos Tiozinhos Mochileiros, onde eles dão muitas dicas legais sobre como arrumar uma mochila para viajar para homens e para mulheres. Você sabe que tem uma diferença nisso aí, né? (rs)

 

3. Levar os eletrônicos com carga total

 

Antes de sair de casa, carregue as baterias de todos os equipamentos, como celulares, laptop e câmeras.

Dica: Leve um Tablet. Não faz sentido andar pra cima e pra baixo com o peso de um laptop. Os tablets hoje fazem quase todo o serviço. Sem contar que você vai usá-lo mais para navegar na web…

 

Nós do Viajantes Digit@is levamos apenas:

  • Tablet
  • Celular com ótima resolução pra fotos (assim dispensamos a câmera grande)
  • GoPro
  • Carregador Rápido de bateria
  • Adaptador Universal
  • Cabo Usb

Se a viagem demorar mais do que o previsto, você pode fazer uma leitura, ou até mesmo ver um filme.

Dica: Se você é assinante do Amazon Prime, você pode ir na seção Prime Videos e baixar filmes para ver offline. O link fica ativo por 48hs. 

 

4. Passar facilmente pelo portão de segurança

 

Compre aqueles saquinhos estilo “ziploc” e em casa separe os frasquinhos de até 100ml cada e coloque-os nos saquinhos. Cada viajante leva o seu.

Chegando no aeroporto coloque moedas, chaves, brincos, pusleiras dentro de outro saquinho. Isso vai facilitar MUITO a sua vida na hora de passar pela segurança.

Dá para sair arrasando com look bacana sim e ainda passar na segurança de boa.

Dica: Calça legging, um bom cardigan ou mesmo um moleton levinho com tênis ou sapatilha confortáveis são coringas para qualquer viagem.

 

5. Levar o “Quarteto Fantástico”

 

1) Garrafa Plástica de Água

Ainda que você não possa passar na segurança com liquidos, você pode usar a garraga depois ao longo da viagem. Em muitos países da Europa a água é potável então basta enchê-la quando precisar. No aeroporto de Heatrow, eles tem bebedouros gratuitos logo após a segurança. Gentil, né :

2) Lanchinho (pode ser sanduiche, biscoito ou barrinha de cereal).

As companhias low cost, costumam cobrar por todos os itens opicionais e isso inclui os lanches dentro do avião.

Então, leve o seu lanche, e use melhor seu dinheiro comendo em um ótimo restaurante no seu destino ou fazendo um passeio para algum lugar legal.

Viajar barato é sinônimo de gastar bem o seu rico dinheirinho.

 

3) Almofada de pescoço

Fuja daquelas de encher. Podem parecer práticas mas na nossa opinião são desconfortáveis. Compre aquelas macias e prenda na mochila quando não estiver usando. Não temos uma que vira almofadinha também, então é uma 2 em 1.

 

4) Meias Compressivas

Se sua viagem inicial tiver mais de 6 horas indicamos as meias compressivas.

A pressurização da cabine dos aviões e a quantidade de horas numa mesma posição pode causar a baixa circulação sanguínea nas pernas. Isso causa dor, e aliado ao Jet Leg, e piora sua sensação de cansaço ao final da viagem.

Sendo assim, use as benditas meias. Vão ficar por debaixo da roupa. Ninguém vai ver e vão te fazer um bem enorme no final.

Voz da experiência falando aqui…

aeroporto_de_copenhagem

 

E aí ?

Gostou dessas dicas?

Já usava algumas ou todas elas?

Tem alguma dica para dar?

Coloque nos comentários aqui embaixo.

Vamos adorar saber!